Doenças da coluna: saiba quais são as principais e como tratá-las

Ter saúde, disposição e ser feliz são desejos da maioria das pessoas e, para que isso aconteça, é preciso manter hábitos saudáveis no seu dia a dia. Entretanto, algumas vezes, surgem dores nas costas, que além de incômodas, prejudicam a rotina. Tais dores podem ser sintomas de doenças da coluna.

Neste post, você conhecerá quais são as doenças mais comuns que afetam a coluna e como tratá-las. Boa leitura!

Lombalgia

São aquelas dores que acontecem na região da coluna lombar, ou seja, na porção inferior das costas. Elas afetam boa parte da população e são a causa número um dos afastamentos trabalhistas. A lombalgia acontece em qualquer faixa etária e com qualquer etnia e gênero.

Ela tem relação direta com a má postura, o sobrepeso e o sedentarismo. Para tratá-la, procure o fisioterapeuta. Esse profissional indicará as terapias mais adequadas para seu caso. Faz parte dos tratamentos terapêuticos:

  • RPG (Reeducação Postural Global);
  • acupuntura;
  • quiropraxia;
  • massoterapia;
  • alongamentos;
  • Mackenzie.

Para se prevenir, inclua as terapias em sua rotina, mantenha o peso sob controle, preste atenção à postura durante o trabalho e tarefas do cotidiano. Alongue-se todos os dias e exercite os músculos das costas, abdômen, coxas e glúteos.

Hérnia de disco

A coluna vertebral é formada por ossos (vértebras) e discos intervertebrais. A fibrocartilagem dos discos é responsável por absorver os impactos na coluna e evitar atrito entre os ossos. O núcleo discal é mais denso e funciona como um amortecedor.

O processo degenerativo dos discos acontece por causa do envelhecimento, dos fatores genéticos, do sobrepeso e também devido a carregar peso de forma inadequada. O desgaste do disco leva ao escorregamento do seu núcleo para as bordas. Quando o deslocamento é posterior, ele comprime os nervos da medula espinhal.

Então, começa o processo de dor intensa, que pode irradiar para os membros, e de dormência nos braços e pernas. Assim que surgirem os primeiros sintomas, consulte o ortopedista. Ele vai prescrever medicamentos analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares para aliviar a dor. Em casos mais simples, o tratamento é feito com fisioterapia. Já nos casos mais graves, o paciente será submetido à cirurgia.

Artrose

Também conhecida como osteoartrite, a artrose é uma doença das articulações. Ela causa a degeneração das cartilagens e, consequentemente, afeta os tecidos ósseos vizinhos. A osteoartrite é uma doença reumática bastante comum. Ela acomete tanto homens quanto mulheres, sendo mais incidente em pessoas com mais de 40 anos. Suas causas são:

  • obesidade;
  • esforços repetitivos;
  • atividades físicas de alto impacto;
  • doenças reumatológicas inflamatórias;
  • consequência de traumas;
  • doenças congênitas;
  • doenças metabólicas e endócrinas;
  • enfermidades que comprometem os nervos periféricos.

Devido às alterações das estruturas ósseas e cartilaginosas surgem dores intensas e limitações dos movimentos. Ao realizar o exame radiológico, são observados os “bicos de papagaio”, que não têm relação direta com a dor.

Não existe um tratamento para reverter ou desacelerar o processo da artrose. Contudo, atividades físicas realizadas regularmente controlam os sintomas. As mais indicadas são Pilates, yoga e fisioterapia isométrica. Os casos mais graves são encaminhados para a cirurgia.

Como pode perceber, as doenças da coluna são bastante comuns, causam desconforto e prejudicam a qualidade de vida, mas o tratamento, geralmente, não é invasivo. Por outro lado, o ideal é prevenir o aparecimento dessas doenças com a realização de atividades físicas de forma regular, alimentação equilibrada, consultas regulares com médicos e incorporação das terapias alternativas, como as holísticas.

Cuide-se, pois sua saúde é muito importante! Siga-nos no Facebook e Instagram para acessar outros conteúdos e conquistar mais qualidade de vida!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Thanks!

Fale com a unidade mais próxima de você!