Conheça os principais tratamentos para depressão

Quem já conviveu com alguém deprimido ou, pior, já passou por esse quadro, sabe o quanto essa doença pode interferir negativamente na vida de quem sofre com a situação e daqueles que convivem com a pessoa. Essa é uma doença grave, que precisa de um diagnóstico médico para, então, serem apresentados os tratamentos para depressão. Afinal, sintomas como instabilidade no humor e introspecção podem ter outra origem. 

Ela pode aparecer devido a eventos estressantes, por causas genéticas ou mesmo bioquímicas (quando há deficiência cerebral de Noradrenalina, Serotonina e Dopamina), está entre as doenças graves que geram afastamento com maior prevalência, e seus pacientes precisam de ajuda externa para sair dessa situação. Confira, a seguir, as principais soluções para vencer a depressão. Boa leitura!

Medicação

Existem muitos exercícios que ajudam a cuidar da mente e melhorar o bem-estar. Entretanto, quando a depressão já foi diagnosticada, é preciso levar a situação a sério. Pode parecer que é simples sair desse quadro clínico e que dá para ignorar o uso de remédios, mas não é bem assim que funciona.

Imagine que uma pessoa descobre estar com deficiência renal em estado grave e em vez de aceitar a internação imediata, decide ir para casa e tomar mais líquidos. Isso não adiantaria muito, não é mesmo?

Além disso, é importante entender que a prescrição do antidepressivo é pessoal e feita de acordo com o subtipo da depressão. Ou seja, também não dá para compartilhar receitas, é preciso confiar no médico e entender que a medicação será prescrita de acordo com cada caso.

Terapia psicológica

A psicoterapia como tratamento para a depressão atua para ajudar o paciente a despertar para a sua situação. A ideia é trabalhar a causa em vez de inibir os sintomas que acusam a doença. Existem várias linhas, como a psicanálise e a terapia gestalt. Além de trabalhar os fatores que levaram à situação, os sintomas também podem ser reduzidos, melhorando a qualidade de vida do paciente.

Meditação

Uma prática regular de meditação traz mais equilíbrio e é um excelente hábito para ter uma vida mais saudável. Além disso, estudos revelam que a meditação ajuda a reduzir sintomas relacionados à depressão em adolescentes. A vantagem dessa opção é que se trata de um trabalho que alinha corpo e mente, fortalecendo a força de vontade dentro de cada praticante.

Quiropraxia

Outros fatores que causam a depressão podem estar relacionados a traumas físicos (como subluxações na coluna) que alteram o funcionamento adequado do sistema nervoso. Para essas situações, a quiropraxia pode atuar de maneira eficaz no tratamento para depressão, melhorando o bem-estar do paciente. Além disso, essa é uma prática que pode ser usada de maneira preventiva, evitando o aparecimento da depressão.

Se você conhece alguém que está deprimido ou pensa que esse quadro pode estar acontecendo com você, lembre-se da importância de um acompanhamento médico. Os tratamentos para depressão podem ser altamente eficazes, mas o olhar do profissional ajuda a garantir que tudo aconteça de maneira eficiente e assegura a qualidade dos resultados.

Outra doença que tem ficado tão comum quanto a depressão é o estresse. Então aproveite para complementar sua leitura e descubra 5 dicas práticas para evitar e aliviar o estresse no dia a dia!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Thanks!

Fale com a unidade mais próxima de você!