Veja quem pode fazer quiropraxia e tire outras dúvidas

Dores ou desconforto na coluna, decorrentes de desvios posturais, movimentos repetitivos, sobrecarga ou até mesmo questões mais sérias, como hérnias, podem ser aliviadas com a quiropraxia, uma prática que inclui ajustes e manipulação articular. Mas você sabe quem pode fazer quiropraxia?

Em muitos casos, a pessoa está em um momento de dor aguda, sem saber se a técnica pode ser prejudicial. Em outras situações, os sintomas estão sob controle, mas existem dúvidas sobre seus efeitos preventivos. Há, ainda, quem se questione sobre se existe um limite de idade — mínimo ou máximo — para se submeter à prática.

Se você também tem essas dúvidas, mas tem vontade de experimentar a quiropraxia, confira o nosso post!

Descubra o que é quiropraxia

Embora muita gente considere que a quiropraxia é uma prática alternativa, essa profissão, na verdade, é reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Os quiropraxistas, profissionais habilitados a aplicarem o método, precisam ter formação superior, em um curso universitário com duração de quatro anos.

Esses profissionais sabem diagnosticar a origem dos problemas provocados pelo desalinhamento da coluna e aplicar manobras que contribuem para a melhora e prevenção das desordens do sistema neuro-músculo-esquelético. 

Muito além de tratarem dores pontuais, eles são habilitados a promover maior consciência corporal, melhorando a postura, com reflexos tanto na qualidade de vida e bem-estar quanto na autoestima — afinal, a postura adequada é determinante para evitar algumas questões comuns, como a distensão abdominal ou ombros projetados para a frente. 

No caso de pessoas com dores, o tratamento também evita (ou minimiza) o uso de medicamentos e, frequentemente, afasta o risco de cirurgias corretivas. Dependendo do caso, o paciente pode fazer de uma a três sessões semanais, seja para melhorar os sintomas, seja para prevenir novas ocorrências. 

Saiba quem pode fazer quiropraxia

Como mencionamos, essa é uma dúvida bastante comum. Vários pacientes têm dúvidas sobre quando devem fazer o tratamento (ou seja, de forma preventiva ou para melhorar um problema agudo), se a quiropraxia é indicada para todas as idades e se existem restrições. Confira a seguir as respostas aos principais questionamentos. 

Existe restrição de idade?

Não, a quiropraxia pode ser aplicada em qualquer pessoa, desde bebês recém-nascidos até idosos. Os ajustes será adequado à idade, fragilidade e necessidade do paciente. Porém pessoas com osteoporose, câncer ou histórico de cirurgia na coluna devem ser avaliadas com cautela antes do início da prática.

Quem está com dor pode fazer quiropraxia?

A quiropraxia não é uma prática invasiva. Por isso, pode ser feita mesmo em fases agudas das doenças. Nesse caso, o profissional saberá avaliar a melhor maneira de aplicação do método e a frequência. 

Quais os problemas tratados pela quiropraxia?

Desconforto lombar ou na cervical, hérnia de disco, dores decorrentes de inflamações no nervo ciático, contraturas nas vértebras, tendinite, torcicolo e outras questões articulares (como nos ombros, joelhos ou cotovelos) podem ser aliviadas com a quiropraxia.

Isso evita o uso de medicamentos que comprometem outros órgãos e causam efeitos colaterais sérios, se usados a longo prazo.

O tratamento deve ser feito apenas quando a pessoa tem dor?

Não, a quiropraxia é também um tratamento preventivo, que deve ser encarado como uma atividade física. Assim, para tratar uma dor aguda, o quiropraxista pode indicar sessões mais frequentes. Com a melhora dos sintomas, o espaçamento entre elas pode ser aumentado. No entanto é importante manter a prática para evitar o reaparecimento de dores.

Entenda a importância da quiropraxia

A quiropraxia não deve ser encarada como um tratamento pontual, embora possa contribuir para a melhoria dos sintomas, mas, sim, como uma atividade contínua, com ganhos e resultados persistentes.

Além de entender como é o método e saber quem pode fazer quiropraxia, é fundamental perceber que não se trata de uma simples massagem. A técnica corrige o desalinhamento da coluna e articulações e é bastante diferente de outras práticas que visam o relaxamento. O objetivo do tratamento é promover maior qualidade de vida. 

Quer conhecer melhor a quiropraxia e descobrir como a técnica pode contribuir para a melhoria de sua saúde e bem-estar? Entre em contato conosco e marque uma avaliação na unidade mais próxima!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Thanks!

Fale com a unidade mais próxima de você!